20/06/2006

Jóia rara

"O mundo gira em seu sentido e tem a cor do seu olhinho azul"
A noite mal dormida,
O cansaço no corpo que bate ás vezes,
A vontade de ver uma novelinha (ou um futebol...) comendo um petisco com o golbelino,
Tudo isso desaparece, qdo ela sorri pra mim.
Não tem amor igual.
Jamais terá.
"Qualquer canção que eu faça tem sua cara, rima rica, jóia rara."
E as persianas do apto ao lado sobem todas as manhãs e descem todas as noites.
Que bom.

Nenhum comentário: