06/05/2005

Pra Dani achar seu celular

Não, eu não começaria jamais um post como esse, a toque de caixa (preciso tomar banho pra ir ao majestoso RAFUL! Um boteco no centrão que ninguém dá nada, mas que é maravilhoso!), enfim, um post como esse a toque de caixa, dizendo que a sua razão de ser é baixar o post do Severino, que o golb não agüenta mais.
Este post é pros fiéis de São Longuinho. Ou São Longhinho, pros puristas. É um santo totalmente madureira: gente fina, ajuda os amigos, mas é temperamental e crica. Sim. Sempre rezei pro São Longuinho pra achar minhas coisas, mas de um tempo pra cá, o Santo se recusava a me ouvir. Então mudei as táticas e refiz as regras. Ei-las:
- o Santo tudo sabe e tudo vê. Deixa de preguiça, três pulinhos é só pros badulaques de somenos.
- Nunca, em hipótese alguma, dê seis pulinhos. Pois os últimos três anulam os três primeiros. E o santo não vai te ajudar.
- Assim, se o objeto que vc perdeu tem alguma importância, dê nove pulinhos.
- Claro, sempre múltiplos de três.
- Se vc perdeu algo que vá te prejudicar, já aprendeu a fazer as contas, né? Nunca dezoito, pois os nove últimos pulos anularão os nove primeiros.
- Muito bem, vc dará 27 pulinhos.
- Sim, confesso, quando perdi meu celular, chaves de casa e chaves do carro, duma vez só, dei 81 pulinhos.
- Minha mulher escondeu todas as calculadoras de casa e disse que se eu ousar inflacionar um tanto a mais o santo, ela me interna sem perdão.
- Por fim, em qualquer hipótese, o santo vai ficar muito satisfeito se vc der três pulinhos de caução. Antes de começar a procurar o que se perdeu. O Santo gosta dessa sensação de cumplicidade, confiança.

Nenhum comentário: