20/02/2009

Seo Marcelo Rubens Paiva, o senhor é um desaforado.
Como ousa ter escrito a melhor dentre as cem crônicas do livro que o golb e a jurubeba me deram?
Lá tinha gente pra te dar uma surra de pau de amansar louco, seu davizinho.
Confesso que suspeitei ter sido o momento. Sala de espera pra uma tomografia, tendo acordado às cinco da manhã pra fazer quinhentos exames de sangue e receber a doce notícia de que eles não seriam realizados, pq a tranqueira da atendente me deu informação errada do jejum.
Na espera da tomo, estava sedento por uma literatura que me impedisse de destruir cadeiras.
E fui brindado com "A mulher de", escrito por Vossa Senhoria, seo Marcelo.
Vi todas vocês moças e muitas outras mais, que conheço, naquelas três pagininhas. Aquilo é realidade pintada, filmada, harmonizada. Aquilo é arte. E não foi daquelas matadas de fome monstra, que qualquer ovo cozido desempenha. O negócio foi fino. Merece ser relido e o será, agora.

4 comentários:

Golb disse...

Além de ser roterista de um documentário, ele começou um blog no site do Estadão: http://blog.estadao.com.br/blog/marcelorubenspaiva/

Madureira disse...

Golb, quero mais cem crônicas, que o primeiro lote já acabou.

Anônimo disse...

Seus bichas.

Daniella disse...

quero ler.